Mitologia & Simbologia

Os mitos dão um direcionamento aos fatos através da linguagem atemporal. É a forma perfeita de uma conduta arquetípica. Por exemplo, entre o Arthur mítico e o filosófico, há o domínio dos mistérios e a inspiração da magia. O mito do herói é a simbologia ideal do ser humano enfrentar situações de medo e desejo. Sobre este tema, segue a palestra com a professora e filósofa Lúcia Helena Galvão, na Escola de Filosofia Nova Acrópole Brasil.

“O símbolo é o momento em que o mito toma uma forma, uma imagem. Platão diz que todos nós deveríamos ter um herói do coração.” – Profª Lúcia Helena.

O mito toma uma imagem que se adequa ao momento presente no mundo das ideias, além do tempo e do espaço, ou seja, um modelo divino de comportamento, substanciado em valores e virtudes. O mito do herói é a maneira pela qual o homem consegue enfrentar e superar situações de medo e desejo inconsciente.

Excalibur é a espada que representa o poder, o comprometimento com a justiça. Na honra ela é una, no ego a espada se divide. Para entrar no mundo espiritual é preciso renascer, transmutar e purificar o ser. Sendo assim, para transpassar ao Outro Mundo é necessário atravessar o rio/mar da vida em equilíbrio. Que assim seja!

Por Valéria Rowena – Escritora e Oraculista
Rei Arthur – estátua em Tintagel, Cornualha